É com muito prazer e muita satisfação que retorno a escrever do nosso passado e de coisas que gosto de relembrar ! Nesta estreia, vou fazer um breve histórico sobre minha vida.

Sou Claudomiro Salvato, mais conhecido por Miro.  Nasci no dia 29 de janeiro de 1973, em Criciúma, filho de Antônio Salvato e Rosa Rodrigues Salvato, sou o terceiro filho de uma família de cinco irmãos, meu pais são naturais de Armazém/SC. Após alguns anos se mudaram para Criciúma para tentar a vida e a sobrevivência nas minas de carvão.

Claudomiro ou melhor Miro como sou conhecido tive minha infância dividida entre Criciúma e Armazém, pois meus pais frequentemente vinham visitar meus avós.

Mesmo distante o amor pela terra natal era muito forte, cresci ouvindo de meus pais, que quando surgisse uma oportunidade de voltar a morar em Armazém, não deixaria passar. Então, lá por 1986 , a família voltou e realizou o sonho de morar novamente em sua cidade Natal, pois meu pai após 20 anos de trabalho em minas de carvão conseguiu sua sonhada aposentadoria.
Aos 14 anos de idade cheguei em Armazém, logo comecei a trabalhar em uma oficina e estudava a noite no Colégio Monsenhor Francisco Gisberts, onde concluí o ensino fundamental. Foi nesse período que fiz grandes amigos que marcaram minha vida. Morei no município apenas 2 anos,  pois tive que voltar para Criciúma para tratamento de saúde. Esses 2 anos foram suficientes pra mim me apaixonar pela cidade e os seus habitantes.

Voltei para Criciúma em 1988, mas Armazém para mim continua a ser uma extensão de minha família.

Enfim diante de tanta gratidão,  procuro passar para minha filha Mirian Barbosa Salvato o legado de uma vida de luta e honestidade. Meu lema foi e sempre será – Ajuda ao próximo, pois quem precisa, jamais sairá de mãos vazias.