A prefeitura de Tubarão informou que os números da dengue atingiram o maior índice do ano na cidade, deixando as autoridades de Saúde em alerta máximo.

Já são 15 casos confirmados da doença, sendo sete alóctones (transmissão fora da cidade) e oito autóctones (transmissão dentro da cidade).

Pela primeira vez no ano, o número de casos transmitidos dentro do município supera o de casos contraídos fora da cidade. Existem ainda 206 casos descartados, e outros 30 sob investigação no momento.

A cidade tem ainda 89 focos do mosquito encontrados este ano. São 30 em Oficinas, 17 no Centro, 13 na Vila Esperança, oito no Humaitá de Cima, quatro no São João Margem Esquerda e no Santo Antônio de Pádua, três no Humaitá, dois na Vila Moema e um foco cada no Monte Castelo, no Morrotes, no São Martinho e no Recife.

Combate ao mosquito da dengue

Por isso, evite manter em sua casa, apartamento ou terreno recipientes que possam armazenar água a céu aberto, como latas, baldes, garrafas, vasos de plantas, potes, pneus, caixas d’água destampadas, dentre outros.

Mantenha sempre limpos também terrenos em geral, como pátios e quintais, por exemplo. Limpe, ainda, as calhas, e com frequência, de modo a evitar que galhos e folhas impeçam a água de escoar, de modo a acumulá-la.

Use repelentes como proteção adicional, ao longo de todo o dia, pois este é o período em que o mosquito está mais ativo.

Sintomas como febre alta e persistente, acompanhada de enjoo e vômito, dor de cabeça constante, dor no fundo dos olhos, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, cansaço excessivo e dor nas articulações devem ser percebidos, pois são indicativos de dengue. Neste caso, procure imediatamente um médico.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte/Foto: Sul Agora