As primeiras audiências dos processos penais contra os prefeitos investigados na Operação Mensageiro já estão marcadas.

A desembargadora Cinthia Bittencourt Schaefer agendou as sessões envolvendo os prefeitos de Pescaria Brava, Deyvisonn Souza (MDB), e de Itapoá, Marlon Neuber (PL).

A sessão de Deyvisonn será no dia 5 de junho, às 14h, em Joinville, onde está a maioria das testemunhas do processo.

No caso de Neuber, as informações não estão públicas. O processo corre sob sigilo nível 5, o máximo dentro do Judiciário. Segundo apuração do colunista Ânderson Silva, da NSC, a audiência do caso de Neuber será ainda em maio. O local não foi divulgado.

Outra parte das testemunhas será ouvida por carta precatória, quando juízes de outras comarcas fazem as audiências.

Depois desta etapa de depoimentos, a desembargadora abre prazo para apresentação das alegações finais da acusação e defesa. Por fim, ela escreve um voto de sentença e leva à análise dos demais membros da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

 

Fonte/Foto: Sul Agora.

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui