Sérgio Correa, de 59 anos, apontado por matar Eduarda Gorgik, de 25, e cometer suicídio em um apartamento de Itapema, tinha posse de arma de fogo, informou a Polícia Civil. O armamento que provocou as mortes foi encontrado na casa do casal e passará por perícia para conformar se estava registrada.

O crime foi descoberto no domingo (14), quando os dois foram encontrados no apartamento em que moravam juntos. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Sérgio tinha registro de violência doméstica.

Um dia antes, uma câmera flagrou a jovem guardando dois celulares em um hidrante no corredor do prédio. A motivação do crime ainda não foi esclarecida, mas poderá ser detalhada com as informações coletadas nos dispositivos.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte/Foto: Sul Agora