A crise na suinocultura catarinense levou milhares de produtores independentes ao Centro de Braço do Norte, nesta terça-feira (29), durante uma manifestação nacional organizada pela Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS). O protesto pacífico foi transmitido ao vivo pelas redes sociais e houve distribuição gratuita de 10 toneladas de carne suína à população.

Com cruzes, caixões e menções aos diversos envolvidos na cadeia produtiva do setor, a ação tem o objetivo de chamar a atenção sobre o alto custo de produção e a desvalorização do quilo do suíno vivo, além de mostrar a desvalorização do trabalhador rural que não tem seu produto valorizado de forma justa. Além disso, a mobilização visa tornar pública a indiferença política diante das demandas urgentes do setor.

Conforme levantamento da ACCS, o prejuízo atual do suinocultor independente passa dos R$ 300,00 por animal vendido. Hoje, o preço pago pelo quilo do suíno vivo é de R$ 5,00 e o custo de produção passa dos R$ 8,00. Esse cenário desesperador ocorre em meio aos recordes de exportação da carne suína e da lucratividade em ascensão das maiores agroindústrias do Brasil.

 

 

Fonte: Sul Agora 

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp, e receba informações atualizadas diariamente. Acesse https://chat.whatsapp.com/JQZysrKFwjxHrDeme9FV