Um interno do Presídio Regional de Tubarão foi assassinado ontem pela tarde. Segundo informações, ele foi atingido por um golpe de caneta.

O autor é outro preso da unidade que, após o crime, foi encaminhado à Polícia Civil para a lavratura do flagrante. A vítima foi identificada como Jailson Mendes Michels, de 50 anos.

Jailson era natural de Joinville, mas morou em Armazém, onde também vivem alguns familiares. Ele estava preso por ameaça e disparo de arma de fogo.

A arma do crime foi o tubo de uma caneta comum, sem carga. Coincidentemente, ontem e hoje, estão sendo aplicadas as provas do Enem 2023 para as pessoas privadas de liberdade ou sob medida socioeducativa (Enem PPL).  Somente em Tubarão, são 174 participantes.

Após o crime, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Ontem, o Diário do Sul entrou em contato com a Polícia Civil e com a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa de Santa Catarina (SAP) para saber mais detalhes sobre o assassinato, mas não tivemos retorno. A Polícia Militar também foi procurada, mas informou que mais detalhes seriam repassados somente com a Polícia Científica.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte/Foto: Diário do Sul