No dia 20 de agosto, o corpo um homem de 68 anos de idade foi encontrado no interior de sua residência, no Bairro Sertão dos Corrêas, Município de Armazém/SC, já em estado de decomposição, morto com golpes de arma branca no pescoço. A vítima não era vista há aproximadamente quatro dias, o que fez com que os moradores da vizinhança o procurassem no imóvel. Constatou-se que a casa estava toda revirada e que foram subtraídos alguns pertences pessoais da vítima, além de sua caminhonete S-10, ano 2001, cabine simples, de cor prata.

As investigações realizadas pela Delegacia de Polícia Civil de Armazém/SC revelaram que o suposto autor do crime foi um homem de 28 anos de idade, a quem, no dia 16/08/2021, a vítima ofertou carona em seu veículo, quando retornava de uma consulta médica no Município de Blumenau/SC. Na ocasião, o homem se dirigia de bicicleta, às margens da Rodovia BR-101, de Porto Belo/SC a São José/SC. Durante o trajeto, mencionou à vítima que já trabalhara como pintor, razão pela qual foi convidado para realizar um serviço de pintura em sua residência, no Município de Armazém/SC.

No dia 27/10/2021, após troca de informações entre as Polícias Civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, uma equipe da Delegacia de Polícia de Veranópolis/RS deu cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido em desfavor do investigado, que atualmente trabalhava na zona rural do Município de Fagundes Varela/RS.

Por ocasião de seu interrogatório, tomado no Presídio Regional de Nova Prata/RS, o investigado confessou a autoria do crime, mas alegou que a motivação fora um desentendimento com a vítima, que teria o ameaçado com uma faca.

Os trabalhos investigativos realizados para a identificação e a captura do suposto autor do crime contaram com o apoio das Delegacias de Polícia de Lebon Régis/SC, Palma Sola/SC, Veranópolis/RS, e das Divisões de Investigação Criminal de Videira/SC e de São Miguel do Oeste/SC. O Inquérito Policial ainda segue em trâmite com azo à recuperação de todos os objetos subtraídos e à conclusão de todos os laudos periciais.

Fonte: PCSC

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp, e receba informações atualizadas diariamente. Acesse https://chat.whatsapp.com/JQZysrKFwjxHrDeme9FV