A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Tubarão, com o fundamental apoio da DPCO de Jaguaruna, deflagrou operação policial, nesta tarde, para dar cumprimento a dois mandados de prisão em desfavor de suspeitos de serem os autores de um homicídio ocorrido no último dia 09 de setembro , no bairro Humaitá.

No dia (10), o corpo de Edson Ricardo Salasário, morador de Armazém, foi localizado em um terreno baldio no bairro Humaitá, nas proximidades de um posto de combustíveis, em avançado estado de decomposição.

De pronto, os investigadores da DIC diligenciaram no local e conseguiram coletar elementos informativos e atestar que a morte de Edson ocorrera sete dias antes.

Instaurou-se o devido inquérito policial e, após colheita de robusto conjunto probatório, chegou-se à identificação dos dois autores, tendo a Autoridade Policial representado pelas prisões temporárias desses.O pleito foi prontamente deferido pelo juízo da 1ª Vara Criminal da comarca de Tubarão após parecer favorável do Ministério Público.

Na tarde de hoje (24), foram cumpridos os respectivos mandados de prisão, sendo os presos conduzidos à sede da DIC de Tubarão, tendo confessado a prática do delito em seus interrogatórios. O laudo necroscópico atestou que a morte de Edson se deu por traumatismo craniano em decorrência de múltiplas fraturas na face.

As investigações comprovaram que os autores golpearam a cabeça da vítima com tijoladas e socos, tendo essa vindo à óbito no local e o cadáver sido escondido pelos suspeitos nas proximidades.

As investigações serão concluídas nos próximos dias e os suspeitos serão indiciados pelos delitos de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e tentativa furto, uma vez que, após a morte de Edson, os suspeitos tentaram subtrair o veículo dele.

Fonte: PC/SC

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp, e receba informações atualizadas diariamente. Acesse https://chat.whatsapp.com/JQZysrKFwjxHrDeme9FVn