Um fenômeno no mundo do crime que já é conhecido nos meios policiais é a conexão entre os criminosos e os crimes. Criminosos de pequeno porte acabam se interligando com criminosos mais perigosos, assim como os pequenos crimes, acabam se conectando com os crimes mais graves (crimes contra o patrimônio, geralmente tem conexão umbilical com o tráfico de drogas – um acaba levando ao outro). Um exemplo claro disso foi o que ocorreu nesta investigação da Delegacia de Polícia de Gravatal, por isso o nome “Balaio de Siri” (onde puxa um e vai vindo uma penca – todos conectados de alguma forma)!

O caso
Uma briga de vizinhas por motivo fútil (volume de uma caixinha de som) acabou gerando uma “vias de fato” (briga generalizada) no último dia 24/06/2022, uma sexta-feira chuvosa, por volta das 19h00. A Polícia Militar de Gravatal foi acionada e atendeu a ocorrência, oportunidade em que foi lavrado um Termo Circunstanciado entre as duas mulheres – uma de 36 e outra de 20 anos. Após a lavratura do procedimento, a PM saiu do local. As mulheres ainda continuaram as ofensas, sendo que a mulher mais velha saiu do local com a família num veículo GM/Vectra.
Mais tarde, ainda naquela sexta-feira chuvosa, estacionou um veículo de todo semelhante ao Vectra próximo do local onde ocorreu o primeiro conflito. Dois indivíduos desembarcaram deste carro e partiram para a casa daquela mulher de 20 anos. Lá estavam, além da mulher de 20 anos, seu namorado de 29 anos, mais um casal de 25 e 20 anos. Os dois indivíduos bateram na porta, e quando as vítimas abriram, foram rendidos pelos dois sujeitos, onde um deles portava um revólver. Ato contínuo o grupo rendido e obrigado a entregar os aparelhos celulares para a dupla de indivíduos. Durante a ação, o sujeito que portava o revólver deu uma “coronhada” (agressão) na cabeça de uma das vítimas. Naquele momento a arma acabou disparando e o projétil atingiu a parede da residência das vítimas. Os dois indivíduos fugiram do local levando os celulares e uma TV de 42 polegadas da casa das vítimas. Durante a ação criminosa o sujeito do revólver deu a entender que a ação, que acabou culminando em um roubo, era uma retaliação por causa do conflito entre as vizinhas.

 

Do procedimento policial

O local do crime foi atendido por Policiais Civis e Militares. Foi registrado a ocorrência e instaurado Inquérito Policial. Durante a instrução das investigações, a principal linha investigativa dava conta de que os mandantes e possíveis executores da ação criminosa tivessem haver com o primeiro conflito. O casal suspeito seria a mulher de 36 anos e seu companheiro de 26 anos. O atual paradeiro do casal foi levantado pela equipe de investigação e um mandado de busca foi requerido ao Poder Judiciário da Comarca de Armazém. As buscas foram deferidas pela Magistrada da Comarca, após parecer favorável da Promotora.

 

Primeira fase da operação

No dia 12/07/2022 a Polícia Civil e a Polícia Militar de Gravatal deram cumprimento no mandado de busca destinado a residência do casal de 36 e 26 anos. No local foram apreendidos celulares, além do encontro do veículo utilizado na ação criminosa. O casal acabou confessando participação direta e indireta na ação criminosa que culminou com o roubo. Através de diligencias complementares deflagradas nesta primeira fase da operação, foi possível identificar os dois indivíduos que executaram a ação criminosa, tratando-se de um sujeito de 32 anos (natural de Porto Alegre – RS) e outro de 23 anos (natural de Itajaí – SC), ambos foragidos da Penitenciária de Chapecó com vários antecedentes policiais por roubo, furto, receptação, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Só o indivíduo de 32 anos tinha, pelo menos, 27 indiciamentos em procedimentos policiais. Foi possível apurar que estes dois indivíduos teriam ligação com o tráfico de drogas e armas de fogo, tendo como fornecedor um suspeito de 28 anos (natural de Jaguaruna). Através de troca de informações entre os setores de inteligência da Polícia Civil e Militar de Braço do Norte e Gravatal foi possível identificar os endereços destes foragidos e também do sujeito apontado como fornecedor de drogas e armas. As buscas tiveram parecer favorável do Ministério Público e foram deferidas pelas Comarcas de Armazém e Braço do Norte. Também foi decretada a prisão dos indivíduos de 32 e 23 anos (foragidos). Durante as investigações, numa abordagem de rotina, o foragido de 32 anos acabou sendo preso pela Polícia Militar de Braço do Norte. Ele foi preso no dia 14/07/2022 por força do mandado de prisão de Chapecó. Montou-se então a segunda fase da operação “Balaio de Siri”.

 

Segunda fase da operação

Na manhã desta quarta-feira, dia 20/07/2022, foi deflagrada a segunda fase da “Operação Balaio de Siri”. Durante as buscas restou apreendido quantidade considerável de substância entorpecente, assim como, aproximadamente, oito mil reais em espécie, material para o preparo da droga, balança de precisão e, ainda, a arma de fogo utilizada no roubo investigado, como também munição e o televisor subtraído.

Em razão disto, o investigado foi autuado pelo crime de tráfico de entorpecentes (artigo 33, da lei 11.343/06) esto pelo crime de posse irregular de arma de fogo (artigo 12, da lei 10.826/03), sendo-o encaminhado ao presídio de Tubarão.

 

Da fase final das investigações 

O Inquérito Policial que apura o crime de roubo deverá ser concluído nos próximos dias e os envolvidos devem ser indiciados por roubo majorado pelo concurso de agentes e emprego de arma de fogo, assim como pelo crime de porte irregular de arma de fogo. Os trabalhos investigativos foram coordenados pelo Delegado Ricardo Leal Kelleter Neto e contaram com o apoio de Policiais Civis de Gravatal, Armazém, São Martinho, Braço do Norte, Rio Fortuna, São Ludgero, além de Policiais Militares das Agências de Inteligência da PM de Gravatal, Braço do Norte, Pelotão de Patrulhamento Tático de Braço do Norte, K9 de Braço do Norte e Tubarão e Guarnições de Rádio Patrulha de São Ludgero, Braço do Norte e Gravatal.

 

 

Fonte/Foto: PC/SC

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/JQZysrKFwjxHrDeme9FVnv

Telegram: https://t.me/+v6LLm1kZTWE4MzBh