Uma cobrança feita pelos vereadores de Capivari de Baixo, em especial a vereadora presidente Bia Alves, para o poder Executivo teve resultado positivo nesta segunda-feira (19). Os pacientes oncológicos (câncer) que realizam os tratamentos de quimioterapia e radioterapia fora do município terão o direito de utilizarem os veículos da prefeitura para os procedimentos de saúde.

Bia relata que são comuns casos em que o paciente precisa se ausentar do domicílio para tratamento. “Foi cobrado há duas sessões que o poder Executivo deveria ter bom senso e levar esses pacientes que tanto precisam fazer os seus tratamentos. Quero agradecer à prefeita Márcia por colocar à disposição os carros para levar os pacientes”, comemora.

O Tratamento Fora de Domicílio (TFD) é um direito oferecido às pessoas com câncer que precisem se deslocar para outros locais para realizar a intervenção terapêutica. Nessas situações, a Lei determina que o governo ofereça uma ajuda de custo para o motorista para o seu deslocamento e sobrevivência. Seguindo determinação nacional, o TFD só era liberado para locais de tratamento superior a 50 km de distância e em regiões metropolitanas.

De acordo com um estudo realizado pelo Observatório de Oncologia, essa é uma realidade muito comum para os pacientes de linfoma. Daqueles que realizaram o tratamento entre os anos de 2008 e 2017, 56% precisou sair do seu município e 3% do Estado de origem para buscar lugares que disponibilizassem os recursos necessários.

No caso do TFD, o paciente tem direito a acompanhante. Entretanto, é preciso comprovar que a viagem não pode ser feita sozinha acompanhado.

 

 

Fonte/Foto: Notisul.

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui