Nos últimos dias, as forças policiais de Gravatal, Armazém, São Martinho, Braço do Norte e Tubarão, deflagraram uma operação que durou todo o final de semana até a data de hoje. A Operação tinha por objetivo principal prender os suspeitos de envolvimento em grave tentativa de homicídio perpetrada contra um rapaz de 25 anos, cujo crime ocorreu no bairro Barro Vermelho, em Gravatal, na data de 13/09/2023. O crime teve requintes de crueldade.

A vítima foi atraída para o local da execução através de um amigo (um dos suspeitos do crime). No local foi abordado por dois homens encapuzados que o levaram até uma casa abandonada. Nesta casa o homem foi golpeado por várias facadas na região do pescoço. Os autores fugiram do local logo em seguida. A vítima perdeu grande quantidade de sangue e conseguiu se arrastar até a beira da rodovia SC 435, onde foi encontrada desacordada por um casal que passava no local.

Bombeiros foram acionados e tiveram papel fundamental para que a vítima não falecesse. Estancaram o sangue rapidamente e levaram a vítima ao Hospital de Armazém e posteriormente para Tubarão. Graças ao socorro rápido e eficiente a vítima não faleceu. Os golpes de faca passaram muito próximos de regiões vitais da vítima e ela sobreviveu por milagre, segundo relatos da equipe médica.

Foi instaurado um Inquérito Policial na Delegacia de Polícia de Gravatal, sob coordenação do Delegado Felipe Samir Ferreira Andrade. Uma força tarefa foi montada para investigar o crime. A força tarefa reuniu: Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica, Bombeiros Militares, e teve acompanhamento extremamente célere por parte do Ministério Público e do Poder Judiciário da Comarca de Armazém, além do Plantão do Poder Judiciário da Macrorregião de Tubarão no final de semana.

Desde os primeiros momentos após o crime, até a presente data estão sendo reunidos indícios, testemunhos e elementos de prova que dão a convicção da autoria do delito por parte dos suspeitos.

Medidas cautelares foram deferidas pelo Poder Judiciário da Comarca de Armazém e também pelo Plantão do Poder Judiciário no último final de semana.

A força tarefa identificou que o alvo principal estaria se preparando para fugir. Trata-se de um indivíduo de 50 anos com vários antecedentes policias, dentre eles, condenação por tráfico de drogas e investigações por porte ilegal de arma de fogo (em 2021 e 2023), além de outros crimes.

Durante as ações de monitoramento foi possível identificar que outro suspeito, de 31 anos, estaria se encontrando com o primeiro. Ambos estavam com mandados de prisões temporárias decretadas. Na noite de ontem a força tarefa visualizou o alvo de 31 anos, o qual foi seguido e abordado no momento exato em que se encontrou com o alvo de 50. O encontro ocorreu numa quitinete no bairro Humaitá, em Tubarão. A dupla foi presa e encaminhada ao Presídio Regional Masculino de Tubarão.

Continuando as operações, na tarde de hoje foram cumpridos mais quatro mandados de buscas e apreensões na cidade de Armazém (bairros Olaria e Vila Nova) e São Martinho (bairro Rio São João). Estes imóveis foram identificados como utilizados pelos suspeitos. Num dos imóveis a polícia localizou um rapaz de 32 anos, o qual tinha contra ele um mandado de prisão por força de processo relacionado a tráfico de drogas. Este jovem era enteado do homem de 50. O rapaz também foi encaminhado ao Presídio Regional Masculino de Tubarão.

A prisão temporária dos suspeitos é de 30 dias e pode ser prorrogada por igual período. O Inquérito Policial deve ser concluído dentro do prazo legal e reúne até o presente momento forte conteúdo probatório deste bárbaro crime.

Ao todo, só nos últimos dias, a operação contou com apoio de aproximadamente 30 policiais das Delegacias de Polícia Civil de Gravatal, Armazém, São Martinho, Policiais Militares do PPTs de Tubarão, Braço do Norte, Canil de Tubarão, Viaturas de Rádio Patrulhas de Gravatal, Armazém e Braço do Norte.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui.

Fonte/Foto: DP/Gravatal