Uma das cidades mais atingidas pelas fortes chuvas devido ao ciclone extratropical, Praia Grande apresenta diversas ruas destruídas, está sem água e tem 60 pessoas desabrigadas que foram alojadas no ginásio municipal Jairo Reis da Silva. O prefeito, Elisandro Machado (Fanica), está reunido com todos os secretários neste manhã de sexta-feira, dia 16, para traçar o planejamento das ações. A cidade poderá decretar situação de emergência.

Além dos 60 desabrigados, existem diversas pessoas desalojadas que foram para casas de parentes. O SAMAE Água dos Canyons informou que a rede adutora de abastecimento foi atingida e não há previsão de restabelecimento do fornecimento da água em Praia Grande. Segundo a Prefeitura de Praia Grande todas as comunidades estão com acessos, mas muitas estradas estão danificadas. Um levantamento está sendo realizado.

“O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) Água dos Canyons comunica que a rede adutora de abastecimento foi afetada em vários pontos e, por enquanto, não há previsão de restabelecimento do fornecimento de água. No entanto, equipes estão trabalhando intensamente para recuperar o fornecimento de água na cidade, com foco na recuperação dos bairros afetados. Ressaltamos que a Ponte do Alvorada e a Ponte do Corujão também foram danificadas”, informa nota do Samae.

Durante todo o final de semana as secretarias irão trabalhar. “Os servidores públicos municipais estarão trabalhando durante o final de semana para acelerar a recuperação da cidade e atender às necessidades das famílias afetadas. Estamos empenhados em enfrentar essa situação desafiadora, prestando todo o suporte necessário às famílias afetadas. Manteremos a população informada sobre as ações em andamento e quaisquer atualizações relevantes. Pedimos a colaboração, compreensão e solidariedade de todos neste momento difícil”, diz em nota a Prefeitura.

As aulas nas escolas municipais foram suspensas pela Secretaria de Educação na segunda e terça-feira, dias 19 e 20, para garantir a segurança e o bem-estar dos alunos diante da situação emergencial.

A Força-Tarefa do 4ª Batalhao de Bombeiros Militar foi chamada durante a noite e madrugada para realizar o resgate, bem como atender os desabrigados e desalojados em Praia Grande. Além dos Bombeiros do muncípio do Extremo Sul, militares de Criciúma, Araranguá e Passo de Torres reforçaram as equipes de resgate.

 

 

Fonte/Foto: Litoral Sul, Prefeitura Praia Grande.

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui