Mulher de 90 anos recebe atestado de óbito e é colocada em saco de necrotério ainda com vida.

dezembro 1, 2023

Uma mulher de 90 anos deu entrada no Hospital Regional de São José, na cidade de São José, na Grande Florianópolis, na última sexta-feira, dia 24. A queixa que levou a idosa ao hospital era dificuldade para urinar e dores na região abdominal. O diagnóstico poderia ter sido infecção urinária. No sábado, o filho da paciente recebeu a triste notícia do óbito da mãe. No atestado médico, a hora da morte: 23h40min.

O filho declara que diante da dor e da tristeza providenciou a documentação. “Fiz os papéis, chamei o agente funerário e autorizei a retirada do corpo, do necrotério do Hospital Regional, para os procedimentos. Logo que cheguei em casa, me ligaram dizendo que a minha mãe estava viva.” Incrédulo, o filho chamou o deputado estadual Jornalista Sérgio Guimarães, que ganhou notoriedade por narrar em áudio e vídeo histórias pitorescas, pelas mídias sociais que atingem milhares de pessoas.

O filho foi informado que os profissionais da funerária identificaram que a idosa ainda estava com vida. Ao perceberem o corpo ainda quente, decidiram abrir o saco do necrotério. Em um único momento passaram por um susto, uma surpresa e o alívio. A idosa, ainda com sinais vitais, foi levada para a reanimação no próprio Hospital Regional de São José. O atendimento foi feito sem a necessidade de equipamentos ou sondas. Uma equipe médica atendeu a paciente.

Agora, o Hospital Regional de São José está abrindo uma sindicância para avaliar e investigar o que aconteceu. O Comitê de Ética Médica e a Comissão de Óbito foram acionados. Apesar do pânico e do susto, a família teve um momento de alegria, mesmo tendo que suspender a compra da urna funerária e dos serviços profissionais para o sepultamento.

Na segunda-feira, entretanto, depois de três dias sem alimentação e sem os devidos cuidados, a idosa acabou morrendo de verdade e o Hospital Regional São José emitiu o segundo atestado de óbito, para a mesma paciente, em um intervalo de pouco mais de três dias. A família, agora, vai buscar justiça para o caso.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte/Foto: Notisul