Um médico foi afastado após ser gravado “com indícios de embriaguez” durante o atendimento a uma idosa em um pronto atendimento de Penha, no Litoral Norte de Santa Catarina, informou o prefeito Aquiles da Costa nas redes sociais. O caso ocorreu no domingo (18).

Até a última atualização deste texto, o profissional não tinha sido localizado pela reportagem para comentar o caso.

Em nota nesta terça-feira (20), a prefeitura informou que o profissional não “voltará a atuar no município e que um processo administrativo será instaurado.

Além disso, disse que notificou o Conselho Regional de Medicina (CRM) e Conselho Regional de Enfermagem (Coren) e que um boletim de ocorrência também foi registrado.

No vídeo, feito por uma pessoa que acompanhava a idosa na consulta, e que foi confirmado pela prefeitura, o médico aparece bastante agitado

Conforme o secretário de Saúde da cidade, Rodrigo Medeiros, a equipe teve conhecimento do caso logo após a gravação do vídeo e agiu imediatamente.

Segundo a prefeitura, os prontuários de todos os pacientes atendidos pelo médico foram avaliados após a ocorrência. O profissional não teve o nome divulgado.

Investigação

Além da prefeitura, o Conselho Regional de Medicina (CRM-SC) informou, nesta terça-feira, que tomou conhecimento da situação e também vai apurar o caso.

Já o Conselho Regional de Enfermagem disse que não recebeu notificação até o momento e que não teria nada que pudesse fazer como órgão, “por se tratar de um médico, já que o Coren-SC regulamenta apenas o trabalho de enfermeiros, técnicos e auxiliares”.

Embora um boletim de ocorrência tenha sido registrado, a Polícia Civil informou que a conduta do médico não está tipificada no código penal e, por isso, a investigação fica a cargo das demais instituições competentes.

Fonte/Foto: G1 Globo, Redes sociais/ Reprodução.

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui