• 26/07/2021
  • digitalmash
  • 0

Equipes do Governo do Estado estão mobilizadas para atuar no que for preciso com a chegada de uma nova onda de frio intenso a Santa Catarina. O alerta é para declínio acentuado na temperatura a partir desta quarta-feira, 28, em todas as regiões. A Defesa Civil (DCSC) monitora a situação desde a semana passada e já emitiu avisos informando sobre a condição meteorológica ao longo dos próximos dias.

Estamos acompanhando os modelos meteorológicos, com toda a estrutura de prontidão para dar o suporte aos municípios, caso necessário. É importante que as pessoas busquem informações nos canais oficiais do governo e redobrem a atenção com os mais vulneráveis, incluindo os animais”, ressalta o governador Carlos Moisés.

Nesta segunda-feira, 26, a Defesa Civil coordenou uma reunião para alinhamento de ações com outros órgãos, como o Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Secretaria de Estado da Assistência Social, Casan, Polícia Militar, Epagri, Casa Civil, Secretaria de Estado da Saúde e Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur). “No que diz respeito às responsabilidades do Estado, as ações serão conjuntas, tanto para orientação, quanto para qualquer eventualidade que demande auxílio das equipes“, frisa o chefe da Defesa Civil, David Busarello. O Grupo de Ações Coordenadas (Grac) e as coordenadorias regionais de Defesa Civil também foram acionados para reforço das medidas de precaução.

Recomendações e ações de prevenção

Para os dias de frio intenso, órgãos do Governo do Estado orientam a população e colocam em prática uma série de ações com foco na prevenção. Para os que saem à caça das baixas temperaturas, por exemplo, a Santur recomenda que os turistas só se desloquem para as regiões mais frias, como a Serra Catarinense, com a garantia de hospedagem.

E é justamente em um dos locais mais procurados pelos turistas do frio que o CBMSC realiza a Operação Serra Mais Segura. A ação de inverno será reforçada neste período e abrange orientações às pessoas que circulam pela região. Uma das dicas é que não sejam utilizadas, no interior das casas, churrasqueiras ou latas com fogo que podem provocar incêndios ou intoxicação por monóxido de carbono. “Uma de nossas preocupações se refere aos locais turísticos e também aos turistas mal preparados que podem correr o risco de hipotermia. Estamos mobilizando efetivo para dar apoio”, informa o subcomandante do CBMSC, Ricardo José Steil.

Com as baixas temperaturas existe o risco de congelamento de rodovias. A Polícia Militar Rodoviária (PMRV) está reforçando o efetivo e colocando em prática a Operação Gelo na Pista, além de pontos de apoio nas barreiras que serão instaladas nos postos policiais caso ocorra a necessidade de fechamento de rodovias.

O aviso de frio intenso também se estende à agricultura, à piscicultura e à pecuária que poderão ter impactos negativos. Quanto a isso, a Epagri está repassando orientações aos produtores rurais em relação aos cuidados necessários para cada cultura.

É importante destacar que, segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, existe também o risco de ressaca e alagamentos costeiros a partir de quarta-feira, 28. A DCSC alerta para o risco de navegação de pequenas e médias embarcações.

 

Fonte: Governo SC

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp, e receba informações atualizadas diariamente. Acesse https://chat.whatsapp.com/JQZysrKFwjxHrDeme9FVn