Um funcionário é suspeito de assassinar o chefe a tiros após discordar de uma mudança no trabalho.

O caso foi registrado nesta quarta (8), em Chapecó. A vítima tinha 43 anos e foi morta a tiros enquanto chegava ao serviço.

De acordo com a polícia, o suspeito de autoria do crime, de 63 anos, cometeu suicídio logo em seguida. Ambos trabalhavam em uma empresa de pavimentação e terraplanagem há cerca de um ano.

Segundo a Polícia Militar, a vítima foi alvejada por pelo menos cinco tiros quando chegava de motocicleta ao local.

O motivo seria uma discordância com uma mudança administrativa no trabalho, que ocorreu no dia anterior ao crime.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte: Sul Agora| Foto: ND+