Um frentista de um posto de gasolina em Jaguaruna foi morto com um tiro na região frontal da cabeça, na tarde do último sábado. Cleber Silva, de 37 anos, era natural de Tubarão, casado e pai de dois filhos.

Cleber estava no pátio do posto, às margens da BR-101, quando foi alvejado durante um assalto.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento da ação criminosa. Nas imagens é possível ver um Gol prata, sem placas, que estaciona em frente a uma bomba de abastecimento do posto de combustível. O criminoso sai do veículo e caminha em direção à conveniência.

 

Perto do veículo está Cleber e mais um colega de trabalho, que deixa o local. Em seguida, o criminoso entra na loja armado e anuncia o assalto. Enquanto solicita o dinheiro à colaboradora, o ladrão aponta a arma para a rua e efetua um disparo. O tiro acerta Cleber, que morre no local.

 

O acusado do tiro estava dentro da conveniência. Trata-se de um homem de 27 anos, identificado como ex-funcionário do estabelecimento. Ele usava jaqueta e balaclava e exigiu dinheiro dos caixas a uma funcionária quando efetuou o disparo em direção à rua, atingindo o frentista.

 

Após o crime, o acusado fugiu, sendo localizado momentos depois pela Polícia Militar no distrito de Morro Grande, em Sangão. Ele foi preso e conduzido à delegacia de Polícia Civil.

 

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte trágica da vítima. “Há poucos dias nos falamos. Em choque ainda com essa notícia”, postou um amigo nas redes sociais. O sepultamento aconteceu ontem.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte/Foto: Diário do Sul