Um casal que mora em Spring, no Texas, nos Estados Unidos, foi acordado por Axel, um cachorro da raça border collie, de 1 ano, às 5h da manhã de um sábado. Dando patadas no rosto dos seus tutores, o cão tentava chamar a atenção deles para que os acompanhassem. Daines Tanner desceu para o andar térreo da casa e abriu a entrada do quintal, mas o pet não quis sair. Na verdade, ele subiu até o quarto de Gabriel, o filho do casal, de 17 anos, e começou a arranhar a porta.

O homem verificou o adolescente e percebeu que havia algo errado, já que o menino não conseguia falar direito e não sentia o lado direito do seu corpo. Por conta disso, a família o levou para o hospital. Gabriel estava tendo um derrame.

Sabih Effendi, neurocirurgião e diretor médico de AVC do Memorial Hermann The Woodlands Medical Center, diz que o aviso do cachorro fez uma “enorme” diferença nos resultados do menino.

“É incrível que o cachorro deles tenha alertado e iniciado todo esse processo de fazer com que todos acordassem e descessem as escadas. Quando alguém está tendo um derrame agudo, os neurônios estão morrendo. Se ele não fosse encontrado e mais três ou quatro horas se passassem, teria havido cada vez mais lesões cerebrais”, explicou ao Today.com.

Gabriel joga como goleiro do time de futebol da escola e disse que não havia sinais antes do derrame. Ele foi para a escola normalmente e depois para o treino.

Ele explicou que foi dormir por volta da meia-noite, mas acordou por volta das 5h com o braço direito dormente. Foi até a sala e caiu. Axel correu para chamar seus pais, enquanto Gabriel se levantava e voltava para o quarto. “Não achei que houvesse algo errado”, disse ele.

O adolescente recebeu ajuda médica e já recuperou a mobilidade do braço direito e está em casa. Desde que ele voltou, a família contou que Axel o segue pela casa e dorme em seu quarto, saindo raramente de seu lado.

“Esperamos ele possa voltar a escola e jogar futebol em breve”, compartilha Amanda Tanner, mãe de Gabriel, ao R7.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui

Fonte:R7 | Foto:Arquivo Pessoal