Por volta das 11h30min desta segunda-feira, dia 16, nuvens negras chegaram à cidade, trazendo um grande volume de chuva em um curto espaço de tempo. Foram quase duas horas de chuva contínua na cidade de Armazém.

O resultado disso foi muitas ruas alagadas, lojas e residências com acesso tomado pela enxurrada e moradores apreensivos, afinal a região já teve altos volumes de chuvas nos últimos dias.

No interior da cidade, houve queda de barreiras, várias estradas foram danificadas pela força da água, inclusive o Estádio Marino Willemann, na comunidade de São José, ficou completamente tomado pela água. A diretoria do Palmeirinhas está avaliando os danos causados, mas acreditam que pelos próximos 30 dias não poderão utilizar o campo.

Entramos em contato com o Prefeito Municipal, Luiz Mendes, o mesmo está avaliando os estragos juntamente com o Secretário de Transportes e Obras, Jean Carlos Aguiar, popular Bola. O mesmo adiantou que na comunidade de São José teve uma ponte que foi levada pela enxurrada. Nas próximas horas, irá divulgar um relatório completo.

Já na comunidade de Sertão dos Corrêas, o trânsito está completamente bloqueado próximo a Escola Municipal Arnoldo Michels, devido grande quantidade de água na estrada.

Segundo informações do meteorologista Piter Scheuer, “o que aconteceu foi um temporal associado ao deslocamento de um sistema de baixa pressão, com o apoio do fluxo de ar quente e úmido proveniente da floresta Amazônica, algo que já estava previsto e anunciado nos últimos dias”, diz ele.

Conforme dados do Ciram – Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina, nas últimas 24h choveu 42mm na região.

 

Participe do nosso grupo de ouvintes no WhatsApp e Telegram, e receba informações atualizadas diariamente.

WhatsApp, clique aqui.

Telegram, clique aqui.

Fonte: Redação | Foto: Adinei Corrêa/RCA | Vídeo: Lúcio Fileti/Divulgação